segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Simples e Sofisticado: "C'est Jolie"

 Que vinhos em bags, latas, drinks prontos estão cada vez mais enchendo nossos olhos não é novidade nenhuma, mas qual seria a razão desse sucesso?

Alguns anos atrás quando li sobre o vinho em lata a Inglaterra apontava como uma tendencia. Dito e feito, espalhou-se pelo mundo e um boom nos EUA, tinha até uma marca da Paris Hilton. 

No Brasil essa tendência também chegou, já são muitas as opçoes e agora uma ainda mais inovadora: espumante na taça! Exatamente isso o espumante vem servido. 

A inovação é brasileira, produzidos no vale do São Francisco pela Vitivinicola Tropical com a marca Espumante Jolie. 

São 4 versões: moscatel, moscatel rosé, brut e brut rosé.


A minha sensação é, que além da previsão inglesa de ser uma categoria para jovens na faixa dos 30, esses produtos vão para as baladas, praias, piscinas, não só para o público jovem, mas também para todos que perceberam que é possivel ser simples e sofisticado, que a vida é agora, e os rótulos e formatos quadrados podem ser amplamente substituidos. Pra mim a moda já pegou!


Jolie Wines

Fonte: representante em São Paulo: Tozinho Branco (veja o video no instagram)



quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Vinhos no Verão

           Você já deve estar pensando que Santucci ficou maluco, que e vinho e verão não combinam...

Pois é, mas, combinam sim, nossos vizinhos argentinos e chilenos que o digam, os europeus então nem se fale. Nesses países se bebe o ano inteiro não importa a estação do ano nem a temperatura. O vinho é como uma roupa sempre tem um que combina dependendo da ocasião. Outra coisa interessante é que muita gente se pega numa boa caipirinha, associando gelo limão e açúcar, mas, esquece-se do álcool que vem. São cerca de 40 graus que apesar de aparentemente não é tão refrescante assim. Claro que tem a cerveja, mas o vinho ainda é mais prazeroso, acompanhe:

Pensar no vinho para o verão, nos leva às mais de cinquenta mil possibilidades de vinhos que já temos disponível em nosso mercado brasileiro, assim com certeza sempre uma roupa à disposição para nos levar em qualquer situação.

A regra básica para escolher seu vinho de verão é que eles sejam leves, tem boa acidez, uma graduação alcoólica em torno de 12, 13 graus (ou até mais leves como os frisantes) e principalmente possa ser resfriado a cerca de 14ºC ou menos. Nessa linha temos muitos vinhos para descobrirmos nesse verão, basta adequá-lo à situação que está vivendo. Vamos imaginar algumas:

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

“Wine Comedy” - A história da Criação


No palco em 2021 - Acústico Business
    Há muito tempo queria juntar o palco ao vinho, deixar a conversa ainda mais gostosa.

    Um dia perfomando uma palestra em condições bem complicadas (de púlpito, som...) numa loja na região metropolitana de São Paulo, tive a ideia de contar histórias que vivi ao longo dos meus 25 anos no mundo do vinho. O objetivo era entreter e conseguir foco para que as pessoas me ouvissem e pudesse falar o que havia planejado. Ao contar algumas histórias as pessoas se divertiam, sorriam, interagiam e mesmo com as dificuldades técnicas, estava todos ali: bem presentes. Ao final dessa apresentação, um baita sucesso, o dono da loja feliz com o resultado, os vinhos foram vendidos e a plateia estava alegre, muitos ao me parabenizar vinham comentar que nunca tinham assistido a uma palestra tão entusiasmada e divertida.

Naquela noite sai de lá e liguei pro meu amigo Marcelo di Morais, experiente sommelier e um comediante de mão cheia, a época em cartaz ininterruptamente com seu show “Comédia Stand-up”. Desembestei a falar que havia descoberto uma forma de levar o vinho para os palcos de teatros, convenções, enfim ter uma apresentação cultural, informativa e de entretenimento.

Já ensaiávamos por muito tempo um querer em fazer algo juntos, essa foi a possibilidade. Em cerca de 4 meses, no dia 7 de Julho de 2017, estreamos no teatro Augusta o “Wine Comedy”.


quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Sócrates, gentil e agradável alegria!

 


 

"O vinho molha e tempera os espíritos e

acalma as preocupações da mente.

Ele reaviva nossas alegrias e

é o óleo para a chama da vida que se apaga.

Se você bebe moderadamente em pequenos goles de cada vez,

o vinho gotejará em seus pulmões como o mais doce orvalho da manhã.

Assim, então, o vinho não viola a razão, mas sim nos convida gentilmente à uma agradável alegria."

Sócrates (
470-399 (a.C.) filósofo)

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

A dieta do Bom Humor e o Prazer de beber!

Recentemente li um artigo sobre produtos alimentícios que geram bom humor, a explicação é que são desencadeadores para a produção de “serotonina” (não me peçam para repetir esse nome numa palestra!) - responsável cerebral pela nossa saciedade e bem-estar. A lista é bem razoável, mas você sabia que o vinho foi considerado vilão nessa receita de dieta, dizendo que todo álcool deve ser banido, pois apesar da euforia momentânea, se torna um depressor, no dia seguinte...

            Como um fã do assunto (vinho e bom humor), comecei a rir, mas também considerar essas palavras de uma revista tão bem avaliada por suas leitoras e leitores e aí refleti que a gente fala do prazer de beber um bom vinho, de uma boa refeição, mas não falamos realmente do como somos afetados em termos de humor.

Na minha pesquisa, para tratar desse tema, encontrei uma resposta de Luis Fernando Veríssimo à uma criança que perguntava se gostava de suco de uva, e ele:"Só quando ele fermentou um pouco mais".

Luis Fernando Veríssimo (internet)

Goethe (o filósofo, escritor, artista completo)  também tem uma das frases que mais gosto, ele diz:  "Uma jovem e um copo de vinho curam qualquer necessidade; quem não bebe e não beija está pior que morto." - (Deus me Livre!).

quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Descomplicando o Vinho (na comédia)

 

ʘclica na fotoʘ


Como diz a música "quem tem um amigo tem tudo...", eu posso dizer que sou um felizardo, tenho alguns que contando passam de uma mão, um deles é Marcelo di Morais, um amigo com quem troco ideias evoluo e é um grande incentivador. 

Foi assim, num dia inaugurando um cantinho das bebidas em seu escritório que ele me sugeriu fazer uma apresentação do "Descomplicando o Vinho - na comédia" titulo que dou quando não fazemos, em conjunto, o Wine Comedy. 

O que poderia fazer? Minha sede de palco gritou, sorriu e eu topei!

Portanto nesse 30 de outubro de 2021 estarei lá no palco do Acústico Business, casa de espetáculos do amigo, para celebrar essa amizade, levar o show corporativo para um palco público.
Costumo beber um bom vinho em cena, contar histórias desses quase 30 anos envolvido com o mundo do vinho, e entre um gole e outro a plateia costumar dar risadas.

O lugar é uma delicia, no tamanho certo e nesses tempos um pouco reduzido, portanto se quiser me ver, ouvir essas histórias clica no banner desenvolvido por um mestre do design o Kaiu.


Serviço:
Descomplicando o Vinho (na comédia)
Dia 30 de Outubro às 21:00
Acústico Business
Rua da Consolação, 2518 - São Paulo | SP

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

Luxo, Vinhos - e Marcas?

 Ontem consegui separar agenda para assistir a Live intitulada: O LUXO NA TAÇA WINES OF CHILE - SÃO PAULO, organizada por Wines of Chile e ABS-SP, capitaneada por Cristina Neves. 

Belos vinhos foram apresentados, senti que mais pessoas poderiam ter assistido, senti também não ter percebido os importadores desses belos vinhos.

Ao final da transmissão quando aberta para perguntas, indaguei:
Há uma informação para todos os produtores sobre os vinhos de alta gama, em termos de posicionamento no Brasil? Qual a importância do Brasil no mundo e quais os planos para tornar esses vinhos mais conhecidos aqui?

À primeira pergunta e segunda perguntas Angelica Valenzuela (Wines of Chile) já havia respondido, posto que o Brasil se tornou o principal destino das exportações chilenas, e como sabemos o país é líder dos vinhos importados em nosso território e também detém 33% das marcas de maior valor (10 em 30).




Mas quando falamos de marca, posicionamento, enfim o marketing?
As respostas são evasivas e eu entendo bem porque isso acontece, em realidade não há nada errado em não ter respostas, a questão reside em como nosso mercado de vinhos está organizado.