sexta-feira, 17 de abril de 2015

O vinho do Bacalhau

A Sexta feira santa para os cristãos (como eu) é o dia que se comemora em memória de Jesus Cristo.  A tradição que remonta à Idade Média, quando havia um intenso calendário religioso de jejum de carnes vermelhas, foi popularizada no Brasil com a chegada da família real portuguesa em 1808 e desde então o peixe está incluído nos cardápios para celebrar o período de Páscoa, por essa razão a sofisticação da tradição se traduziu de algumas décadas para cá, e o nobre peixe está presente: é o dia do Bacalhau à mesa!
 Por se tratar de um peixe, mas com sabor e aromas intensos, o bacalhau harmoniza bem com vinhos que vão desde o vinhos Verde até tintos encorpados do Douro, o que muda  nessa combinação  é justamente a forma que preparamos.
De uma maneira geral os vinhos brancos mais leves e refrescantes normalmente são dominados pela intensidade do bacalhau, enquanto os taninos dos tintos mais encorpados travarão batalha sem vencedores contra o sal do peixe. Mas, como existem centenas de receitas de bacalhau, todas elas se harmonizarão com o mesmo vinho?  Dificilmente.
Para descomplicar as muitas as variações de preparo, resumi em cinco para facilitar a escolha:
1.            Na salada com feijão branco, tomate, cebola, salsinha, agrião e pimentões – um prato muito agradável e fresco, mas com um bom peso. Aqui não arriscaria outro senão um belo vinho verde, o mais jovem possível (safra 2013). A bela acidez e o ligeiro frisante vão casar muito bem.
2.            Frito no tradicional bolinho de bacalhau feito na massa de batatas – Por ser frito já dá para variar nas escolhas, além do próprio Vinho Verde (citado acima), um espumante no estilo Prosecco, vai  acompanhar muito bem.
3.            No risoto com azeitonas pretas – Aqui cabe um belo Chardonnay com alguma passagem em madeira.
4.            O assado – Me permito aqui citar a receita que está em minha família há mais de 50 anos, que leva batatas, cebolas, cabeças de alhos, as postas de bacalhau, assado lentamente imerso em azeite de oliva, finalizado com ovos cozidos e couve que tostam, criando uma casquinha crocante – Meu estilo preferido para o Bacalhau. Já harmonizei com brancos e tintos e confesso que, dependendo do clima, um vai melhor que o outro. Os vinhos verdes tanto tinto como branco vão bem, ligeira vantagem para o tinto. Cabem os tintos mais robustos como os do Douro e até um Carménère chileno.
5.            E o ensopado - que inclui postas de bacalhau, leite de coco, azeite de dendê, pimentão vermelho e tomate – Apesar do bacalhau ser um ingrediente de peso o leite de coco e azeite de dendê vão dar uma “doçura” ao prato final, assim até o Sauvignon Blanc (chileno) vai bem e se quiser um contraponto, um Syrah encararia muito bem o prato.

Dicas:
Branco - Vinho Verde Condes de Barcelos 2013 - Por R$ 35,00 (*)
Esse é um belo produtor, que faz seu vinho com 100% da uva Loureiro. Bem aromático e característico, muito delicado e fino. A fruta verde prevalece e na boca tem uma acidez refrescante, bem equilibrado. Vai bem acompanhando o bacalhau e também como aperitivo.

Tinto - Flor de Crasto Douro – Por R$ 49,00 (*)

 Um vinho produzido pela excelente Quinta do Castro, a partir do corte de uvas: Tinta Roriz, Touriga Franca e Touriga Nacional. Bom corpo, coloração viva, seus taninos sugerem um final de boca ligeiramente adocicados, mas não se engane, tem boa potencia e vai muito bem com o bacalhau assado.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...