quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Chile - Terra do Vinho, Cobre e...da Palta!

Nesse feriado prolongado (de São Paulo) fui ao Chile, a convite da vinícola Requingua
Requingua na língua mapuche significa "Rincón de los Vientos"(canto dos ventos), uma descrição perfeita para o clima mediterrâneo do Vale do Curicó, onde quase a totalidade de suas vinhas estão localizadas e onde fiquei hospedado. 

Na quinta 25 mesmo fiz uma das melhores visitas em vinícola, graças ao competente enólogo chefe, o francês Benoit Fitte. O comum nessas visitas é conhecermos as vinhas, a bodega, sessão de barricas e a expedição. O que a fez melhor foi a bela recepção e as explicações, respostas e a maioria dos “segredos” revelados. A sequencia ainda mais memorável vem da presença dos Santiagos - o pai que fundou a vinícola em 1961 e o filho Santiago segundo, quem toca a empresa e já prepara a sucessão, uma vez que  família já tem entre seus membros Santiago terceiro e quarto – que nos brindaram com o excelente Toro de Piedra (uma alusão a escultura feita por pedaços de pedra – por cerca de R$ 65), começando com um espumante Chardonnay (ainda não disponível no Brasil), seguindo do Petit Verdot / Cabernet Sauvignon acompanhados por queijos locais e o camarão ao alho flambado com pisco (chileno e não peruano – uma pequena discussão para saber que inventou). 

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Box do Vinho e o Melhor do Mundo

Semana passada estive na simpática loja e wine bar Box do Vinho, na Mooca e a convite do igualmente simpático Léo, chef do estabelecimento, bebemos uma taça do premiado chileno La Moneda Malbec Reserva 2017. Entusiasmado Léo me disse ser o vinho que ficou entre os melhores do mundo, ou enfaticamente, o melhor do mundo! Frustrei sua expectativa ao dizer que não sabia do prêmio, tampouco do vinho, mas educadamente provei.
Antes de sair comentei: Léo será o primeiro artigo do ano.


Aqui estou cumprindo a promessa!

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Domaine Sainte-Marie

Templo do vinho, galeria de vinhos, uma das melhores do mundo... 

Essas eram algumas das frases que ouvíamos quando nasceu a Domaine Sainte-Marie, inaugurada junto com o Shopping D&D em setembro de 1995.
Incrível é que buscando sobre a loja nada encontrei, nenhum registro, nenhum rastro, apenas duas citações na folha de São Paulo (uma entrevista que dei, outra do querido Jorge Carrara ). Digo incrível, por que deveria ser um local reverenciado como um modelo, como templo mesmo e principalmente pela história que foi feita naquele lugar.



Em junho de 1995 fui contratado pelo excelente Geraldo Brasil para integrar a equipe de gerentes de contas comandados por Elídio Lopes Cavalcanti, o Lopes, e trabalhar no empório mais badalado de São Paulo, o Empório Santa Maria, dos empresários Otávio e Tânia Piva de Albuquerque. 
Não tinha a menor ideia do que fosse vender vinhos caros, muito menos que consumidores alcançaria ainda mais por telefone e mala direta, mas esse era o cenário de um jovem de 25 anos recém saído da maior rede hoteleira do mundo, o Hilton.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Expand 20 anos depois...

por Alexandre Santucci
Depois de um ano com muitas atividades, praticamente encerro com a série de palestras no evento
  “Feira dos Campeões” da Vejasp Comer & beber.  
Aproveito para registrar, pois, ao realizar as palestras me dei conta que o “Descomplicando o Vinho” ano que vem fará 18 anos – foi com uma brincadeira de que ele se tornaria maior de idade e poderia beber sozinho, por isso dei a ele um irmãozinho, o “Wine Comedy”...
Expand 20 anos há 20 anos!
O último job na Expand,
graças a ele comecei a escrever.
Mais da metade dos textos foram
escritos por mim. 

Pensando nisso, fui buscar meus registros, procurar história e descobri que então chamado “templo do vinho Domaine Sainte-Marie” não tinha nenhuma referência e mais, descobri que esse ano faz 20 anos que saí da Expand, essa a grande referência de vinhos no Brasil.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...