domingo, 22 de novembro de 2009

Vinhos, Preços, Mercado e Comportamento

Perambulando

Há algum tempo (quase dois anos) escrevi, com esse mesmo título, um desabafo sobre as práticas de nosso mercado, o comportamento dos enochatos e a falta de avanço, de ideias que propiciassem o aumento do consumo.
No entanto, acredito que o que mais incomoda é a postura de alguns "formadores de opinião", aqueles que escrevem, que palestram enfim que de alguma maneira influenciam pessoas.
Recentemente estive em uma apresentação de vinhos por um orgão oficial do país produtor, que por sua vez contratou um profissional brasileiro para fazer a apresentação. Ele iniciou a palestra e já emendou um comentário sobre margens dos vinhos em restaurantes, ora o assunto alí era Vinhos Verdes de Portugal e não um fórum sobre práticas de mercado. Em outro momento, fui chamado para substituir um colega que num "wine dinner", ao propor a harmonização, ele colocou dois vinhos para um mesmo prato. Em outra oportunidade um apresentador em seu programa de TV sobre vinhos comenta e repete diversas vezes que a Carmenere é uma uva do CHILE.
Enfim são muitos os exemplos que poderia citar, mas o que interessa é mostrar a responsabilidade que temos ao nos expor, não vejo motivos para alguém fazer uma gracinha para ganhar ou entreter a platéia uma vez que o vinho em si já tem assunto suficiente para isso. Portanto temos que assumir um compromisso e tratar o assunto com seriedade e aí sim trabalhar genuinamente para o desenvolvimento do vinho no país.
Sou a favor do bom humor, quem já assistiu minhas palestras sabe disso,mas digo sempre respeite sua platéia, saiba o seu lugar, a polêmica merece outro fórum.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...