sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

ROSÉ E TENDÊNCIAS

Essa é uma época do ano que os vinhos refrescantes são sempre uma bela pedida, os espumantes como as cavas, os brancos e clara os rosados, mas e pra quem gosta de um pouco mais de corpo, força?


Para a nossa sorte o universo do vinho é tão rico e abundante que encontramos sempre uma alternativa para agradar nosso paladar e o melhor ainda desse mundo é que não para em termos de novidades, novos produtores e produtos. 

Talvez o que venha por aí são os vinhos tranquilos e principalmente espumantes em latas, belos vinhos em bag in box (embalagens de 2, 3 e 5 lts equipadas numa estrutura de caixa de papelão e o vinho envazada numa bolsa de material tetrapack que permite sua vida prolongada mesmo depois de aberta através da torneira acoplada). Agora o que é uma tendência que dia a dia se torna realidade são os vinhos rosés retomando com muita força e os vinhos “ICE”, aqueles produzidas para se beber com gelo, exatamente, você deve adicionar gelo à taça e beber. São vinhos tranquilos, habitualmente leves, ligeiramente doces e também espumantes com características semelhantes.

Mas por que o rosé retoma com força?

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Rolhas: Cortiça, Sintética, de Rosca ou de Vidro?

 

imagem da internet (paladar.estadao.com.br)

 Para que serve a rolha?

As rolhas asseguram a vedação do vinho na garrafa. Com o tempo o baixíssimo teor de oxigênio no interior da garrafa será suficiente para atacar o líquido e aos poucos o mesmo ir se transformando. É o necessário para fazer evoluir o vinho corretamente.

“Esse processo fará com que uma pequena reação de vida aconteça, uma micro oxigenação, uma micro oxidação e transformará também uma parte liquida em sólida, por isso em vinho mais velhos encontramos borra, os cristais, que são os sedimentos dessa ação (a borra também é encontrada em uma parte de vinhos face ao resultado de não serem filtrados).”

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

CHAMPAGNE, ESPUMANTES E DRINKS DE VERÃO

 O eclético vinho!

imagem da internet (vipturismolondres.com)

Desde o principio o vinho sempre foi uma bebida nobre e em muitos momentos para os nobres. Em realidade não havia, durante muito tempo, outro pensamento quando se falava de bebidas.
Por conta do álcool o vinho já teve seu uso medicinal, uma espécie de analgésico e na sequencia um remédio quando misturado com ervas, se imaginava que essa combinação alcançaria a cura ou aliviaria determinadas dores. Com o avanço da medicina esse uso foi abandonado, mas ficou essa memória do “misturar” ao vinho e partir disso nasceram algumas bebidas milenares como o licor Dom Beneditino (Benedictine) e os amargos fernets.

Outro fator interessante é o econômico, consta que em momentos de crise, muitos impérios misturavam água ao vinho para render mais, os nobres ou donos ficavam com o melhor do vinho e servia o vinho misturado aos convidados. Consta que esse hábito das cortes também foi levado ao povo, mas esses eram para seu próprio consumo.

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

O BRUNELLO DI MONTALCINO

 Ao longo de muito tempo o Brunello di Montalcino foi o vinho mais surpreendente que já tinha conhecido.

Franco e Jacopo Biondi Santi

Foi graças a essa experiência de conhecer o vinho, o responsável pelo rótulo mais famoso que também é herdeiro do criador (Sr. Jacopo Biondi Santi) que percebi o produtor de vinho como um agricultor que se transforma em um artesão ou um artista. Nos cursos e palestras para exemplificar, desmistificar, tirar esse caráter elitista, enfim descomplicar costumo dizer que são colonos, caipiras, pois foi a imagem que esse senhor me passou, diante de toda elegância da pessoa, do glamour e badalação em volta do seu vinho, havia um homem que amava as coisas e a simplicidade da terra onde seus vinhos nasciam.

A história da criação desse vinho remonta a primeira metade de século XIX. Na região que tinha (e tem até hoje) uma estrela chamada Chianti, produzia por ali a família do Sr. Clemente Santi. Ele decidiu produzir um vinho de longa guarda, ao redor da cidade medieval de Montalcino, cerca de 40 quilômetros ao sul de Siena, na Toscana (região onde nasceu o Chianti). Sua decisão estava em buscar um vinho diferente do Chianti, assim pesquisou e desenvolveu diferentes clones da principal uva da região, a Sangiovese.

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Lady Vinho, o Retorno!

Depois de 10 anos da estreia no via Funchal LadyVinho retorna repaginada e atualizada. 

Marcado para o próximo dia 9 de Outubro ela vem em vídeo e a julgar pelo "teaser" com uma animação digna de grandes produções.


Carina Cooper é a estrela por trás da personagem, atriz tarimbada se tornou uma sommelier reconhecida, e quem é artista sabe, não consegue se afastar por tanto tempo dos palcos.
A montagem original, teatral, foi dirigida por Rony Fachini, nessa temporada a dupla foi novamente confirmada e a equipe ampliada. Ganhou roteirista, visagismo, edição e, com certeza, câmera, colocando mãe e filha a trabalhar juntas nessa produção.


Batizada de "O Ultimo Gole" a micro-série de 6 episódios será exibida ns redes sociais da Carina a partir do dia 9 e nos dias subsequentes sempre às 20H00.

domingo, 27 de setembro de 2020

Boa Lembrança, lembrada?

Talvez um pouco nostálgico estou, mas hoje me lembrei de uma das primeiras vezes que estive com Dânio Braga e ele me contando entusiasmado sobre o "Prato da Boa Lembrança", anos depois eu mesmo tive a oportunidade, ao ser responsável pela carta do Restaurante Arábia, de elaborar a a harmonização para o prato comemorativo. Trata-se de um privilégio fazer parte da associação e criar uma receita que represente o restaurante, por isso "Boa Lembrança", pois o cliente sai com essa recordação que marca a sugestão. 

Pois bem, vale uma notinha de destaque, estive no muito belo restaurante Antonietta Cucina, atendimento correto, pratos bem confeccionados tanto quanto bem apresentados, mas pecou por duas atitudes: 
Primeiro ao colocar o cardápio via QR Code, é uma realidade eu sei, mas primeiro há uma dificuldade para quem não está habituado e segundo que baixa um arquivo PDF, sem nenhuma interatividade, frio.

terça-feira, 14 de julho de 2020

Curso Descomplicando o Vinho (on-line)

O período de quarentena no Brasil aumentou a busca por interessados em conhecer detalhes sobre um mundo delicioso: o dos vinhos. Seja curiosidades sobre a produção, história das uvas, regiões vinícolas ou mesmo a harmonização da bebida com pratos. Fato é que a bebida pode ser uma ótima companheira enquanto a regra é permanecer em casa e cuidar de sua saúde.

O curso “Descomplicando o Vinho” foi produzido por A. Santucci, profissional que atua no mercado há mais de 25 anos. Segundo ele, “o curso é ideal para quem quer entrar em contato com o vinho, adquirir conhecimento sobre o vinho de forma simples e descomplicada”. As aulas também abordam peculiaridades sobre os diferentes tipos de uvas e os acessórios que podem tornar a experiência ainda melhor.
Para conhecimentos mais específicos sobre esse universo, Santucci realiza, em encontros presenciais, várias formas de abordagem como os “wine dinners”, palestras..., mas essas só após o período de isolamento social. “O curso online é o primeiro passo para quem aprecia a bebida, e ele é sempre um bom assunto, mesmo pra quem não bebe, ou não bebe com regularidade, é um conhecimento que alia às soft skills, agrega valor à marca pessoal”, finaliza.
Sobre o ‘Descomplicando o Vinho’

O “Descomplicando o Vinho” existe desde 2001 como um conceito. O projeto rendeu uma marca, que virou um blog, circuito de palestras, colunas em TVs e Jornais, além de apresentações no teatro, caso do “Wine Comedy” em 2017. Após a primeira edição do livro lançado em 2013, a segunda edição já está à venda em um material revisado e ampliado.

Para saber mais detalhes acesse (curso on-line Descomplicando o Vinho)
Para adquirir o curso basta acessar o link (compre o curso) e efetuar a compra.


O valor é R$297,00 e a transação é feita em plataforma segura, com possibilidade de parcelar a compra. Cada aluno recebe, como um bônus, o livro “Descomplicando o Vinho”, autografado pelo autor.

O acesso é automático, tão logo confirmado o pagamento!

(assessoria de imprensa)