O Mais Antigo do Brasil

terça-feira, 7 de abril de 2020

Venho falando sobre como dar um rumo mais positivo ao mercado de vinhos desde o advento do coronavirus, covid19. Sabemos que bebemos mais durante as crises, a hora então é de intensificar as ações de marketing direto, uso das mídias e dos apps, pois, já comprovadamente vem surtindo efeitos.
Marcelo Copello respeitado colunista, a quem admiro de longa data, publicou em seu blog um artigo ainda mais explicito, trazendo dados e opiniões do setor (veja).

Dois momentos nos mais recentes: “O Vinho da Semana”


No vídeo acima além de trazer o emblemático Rosé Piscine abordo na prática o uso dos meios de comunicação para fazer chegar o vinho em casa.
Vários lojistas, importadores, produtores atendem ao consumidor final, por fone, site, whatsapp, cito alguns nos vídeos, mas a lista está crescendo cada vez mais. A dica é pesquisar entre os lojistas que costuma comprar, pois provavelmente estão atendendo à distancia.

Confirmei com dois lojistas tradicionais de São Paulo, casos da Beale Bebidas, do José Eduardo Amarante e da Grand Vin, do Lenine e ambos me disseram que estão apostando ainda mais nesses canais.

Para mim é natural que colheremos muitos frutos desse período, creio que um deles será a inclusão (quase obrigatória) dessa modalidade de marketing nos negócios. 
Mais que sobreviver aos novos tempos, o consumidor também está se ajustando e tende a buscar cada vez mais fornecedores que se comunicam diretamente com eles.


Esse é o reflexo de outra ideia que venho defendendo sobre a personalização das marcas. As empresas não existem, quem existe são os empresários e na mesma linha a mídia não ataca mais (tão fortemente) os consumidores, uma vez que cada vez mais o próprio consumidor é quem procura a mídia, e em casos cada vez maiores é a própria mídia.


Quando proponho aos meus seguidores consumir um conceito, um vinho mais barato, ou uma indicação imperdível, em realidade estou propondo que se amplie a forma de consumir. É assim nesse chileno Libertas Rosé, e também em todos os outros vinhos expostos no quadro o "Vinho da Semana".
Ao expor para o consumidor essas marcas, aproximamos os atores de consumo e fornecimento, aproximamos pessoas, e é essa a forma como vamos nos comunicar cada vez mais: Conexões emocionais para ações racionais.

Não é mais sobre inovar, este é um momento de revolucionar-se!


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Popular Posts

ÚLTIMOS 30 DIAS

Busque no blog

Tecnologia do Blogger.

Inscreva-se (siga por e-mail)

Contatos

Instagramfacebooktwitterlinkedinemail
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Os Mais Vistos