sexta-feira, 18 de setembro de 2015

O Vinho do Momento

Inadvertidamente tenho recorrido ao tema que envolve o sistemático aumento de preços nesses últimos meses, as consequências e as alternativas que nos estão sendo criadas. 
O fato é que na prateleira temos visto nossos vinhos favoritos custando, em alguns casos, já o dobro do que pagávamos em dezembro do ano passado.

Mas, o que está acontecendo?

Bem, além da flutuação cambial que chegou a cerca de 60% de aumento, estamos vivendo um dos piores momentos de carga tributária. Regionalmente temos aumentos nas bases de ICMS, que dependendo da base da importadora ou do produtor impacta em todo mercado nacional, os custos de transporte também subiram e agora ainda teremos mais um belo aumento de IPI que pode chegar a mais 20-25% de aumento no preço final.  Resumindo o que já havia aumentado cerca de 50% em média, deve chegar em torno de 80%, comparando com Dezembro último.
Esse panorama muito me entristece, mas devo chamar atenção do leitor, pois muitas vezes acabamos responsabilizando pessoas que infelizmente também estão chateadas com a situação. O pior é ver os vinhos que aprendemos a apreciar serem comercializados a preços com reajustes muito acima da inflação “oficial”. Porém o alerta é um só, o responsável por essa conta é exclusivamente o governo federal, que além das sucessivas atrapalhadas na condução do país e da economia, promove aumentos de impostos, taxas e burocracia que visam exclusivamente tentar salvar essa malfadada condução.

 Nesse mês que inicia a primavera me cabe esclarecer que ainda temos flores, e a exemplo das frutas teremos que compra (ao menos por enquanto) o vinho da estação, o vinho do momento. Por sorte muitos empresários do setor, atentos ao movimento econômico, tem buscado e disponibilizado produtos mais acessíveis, mesmo que não tenham o mesmo nível de qualidade, se apresentam muito bem pensando nesse sentido alternativo de qualidade e preço.
Ainda gostaria de chamar sua atenção para que vejam seus vinhos preferidos com bons olhos e posso garantir que (de modo geral) os preços são só reflexos do repasse dos aumentos de cambio e impostos, salvo pouquíssimas exceções os detentores das marcas tem se esforçado muito para manter seus produtos a preços razoáveis e ainda espremendo seus lucros ou liberando promoções de final de estoques.

Minha dica é aproveitar as ofertas, se arriscar com novos rótulos, vinhos do momento, mas ainda comprar seus rótulos preferidos, mesmo que mude a quantidade.

 A boa noticia para os otimistas é que logo estaremos vivendo bons momentos novamente e ainda sairemos dessa crise com muito mais opções de consumo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...