Mostrando postagens com marcador Preços Mercado e Comportamento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Preços Mercado e Comportamento. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 26 de março de 2021

Como Fazer uma Carta de Vinhos

por Alexandre Santucci

Carrego em meu currículo uma marca que me agrada muito. Fui durante 5 anos o consultor responsável do Restaurante Arábia (SP) para realização da carta de vinhos, bem como treinar a brigada para a venda, com isso ganhamos por duas vezes o prêmio de uma das 13 principais cartas de vinho do Brasil pela revista Prazeres da Mesa.
Era um período em que estava totalmente voltado para o assessoramento à restaurantes, lojistas e importadores para escolha de produtos, posicionamento de negócio, marca, e também me colocando como professor em Universidades para os cursos de Gastronomia, Hotelaria e Eventos.
Meu desafio não era apenas fazer um restaurante de comida árabe ser reconhecido como uma boa carta de vinhos, mas intimamente carregava uma informação que ao mesmo tempo que me motivava me causava preocupação, quem vinha antes de mim era nada menos que Manoel Beato, um dos melhores sommeliers do mundo e o sommelier chefe do Grupo Fasano.

quarta-feira, 17 de março de 2021

Seu Negócio é Vinho? Contrate um Especialista!

Em vários artigos (principalmente os com as # e  #) desenvolvo o assunto sobre a necessidade da contratação correta de um profissional/consultoria para seu negócio do vinho.

No artigo "Como montar uma loja de vinho" (que merece uma atualização "on-line, e inclusive foi destaque na revista Terapia do Luxo) comento especificamente sobre como e porquê contratar.

Esses dias recebi, da sua assessoria, a divulgação da consultoria MMarson, que é dirigida pelo amigo Marcio Marson, uma das pessoas que mais respeito nesse mercado. Sempre ousado, porém técnico e expert no assunto: mercado de vinhos.

Em seu texto abre-se: "O desafio de se posicionar num mercado em expansão" - E é exatamente o que defendo quando se busca um profissional, caso do Marcio e sua MMarson, da comandada pelo Santucci, a DV7, pois é necessário esse discernimento para compor seu plano de negócios, montar portfólio, posicionamento de produtos, etc.

Enfim quando pensar em abrir uma loja, aumentar o portfólio seja de sua loja, restaurante ou importadora, re-posicionar seus produtos, ampliar sua base de vendas, opte pelos especialistas "verdadeiramente" de mercado, com trajetória e resultados comprovados!



segunda-feira, 8 de março de 2021

mybest Brasil - KM49 Torrontés

 

Recentemente o "Descomplicando o Vinho" na figura do Santucci foi convidado em fazer parte deste serviço simpático e muito bem desenhado para ajudar na escolha de produtos. 

Trata-se do mybest Brasil que, por eles mesmos -Começamos com a visão de “enriquecer a vida das pessoas”. E para transformar essa visão em realidade, desenvolvemos o serviço conhecido como “mybest”. mybest procura dar uma resposta ao processo de “seleção”. Imaginamos um mundo em que fazer escolhas online seja mais simples e agradável.

A dica do Santucci foi sobre o Kilometro49 Torrontés e ainda ilustra como conheceu o produtor do vinho. Vale a pena conferir: clicando aqui!

mybest Brasil no instagram: @mybest_brasil

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

ROSÉ E TENDÊNCIAS

Essa é uma época do ano que os vinhos refrescantes são sempre uma bela pedida, os espumantes como as cavas, os brancos e clara os rosados, mas e pra quem gosta de um pouco mais de corpo, força?


Para a nossa sorte o universo do vinho é tão rico e abundante que encontramos sempre uma alternativa para agradar nosso paladar e o melhor ainda desse mundo é que não para em termos de novidades, novos produtores e produtos. 

Talvez o que venha por aí são os vinhos tranquilos e principalmente espumantes em latas, belos vinhos em bag in box (embalagens de 2, 3 e 5 lts equipadas numa estrutura de caixa de papelão e o vinho envazada numa bolsa de material tetrapack que permite sua vida prolongada mesmo depois de aberta através da torneira acoplada). Agora o que é uma tendência que dia a dia se torna realidade são os vinhos rosés retomando com muita força e os vinhos “ICE”, aqueles produzidas para se beber com gelo, exatamente, você deve adicionar gelo à taça e beber. São vinhos tranquilos, habitualmente leves, ligeiramente doces e também espumantes com características semelhantes.

Mas por que o rosé retoma com força?

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Rolhas: Cortiça, Sintética, de Rosca ou de Vidro?

 

imagem da internet (paladar.estadao.com.br)

 Para que serve a rolha?

As rolhas asseguram a vedação do vinho na garrafa. Com o tempo o baixíssimo teor de oxigênio no interior da garrafa será suficiente para atacar o líquido e aos poucos o mesmo ir se transformando. É o necessário para fazer evoluir o vinho corretamente.

“Esse processo fará com que uma pequena reação de vida aconteça, uma micro oxigenação, uma micro oxidação e transformará também uma parte liquida em sólida, por isso em vinho mais velhos encontramos borra, os cristais, que são os sedimentos dessa ação (a borra também é encontrada em uma parte de vinhos face ao resultado de não serem filtrados).”

domingo, 27 de setembro de 2020

Boa Lembrança, lembrada?

Talvez um pouco nostálgico estou, mas hoje me lembrei de uma das primeiras vezes que estive com Dânio Braga e ele me contando entusiasmado sobre o "Prato da Boa Lembrança", anos depois eu mesmo tive a oportunidade, ao ser responsável pela carta do Restaurante Arábia, de elaborar a a harmonização para o prato comemorativo. Trata-se de um privilégio fazer parte da associação e criar uma receita que represente o restaurante, por isso "Boa Lembrança", pois o cliente sai com essa recordação que marca a sugestão. 

Pois bem, vale uma notinha de destaque, estive no muito belo restaurante Antonietta Cucina, atendimento correto, pratos bem confeccionados tanto quanto bem apresentados, mas pecou por duas atitudes: 
Primeiro ao colocar o cardápio via QR Code, é uma realidade eu sei, mas primeiro há uma dificuldade para quem não está habituado e segundo que baixa um arquivo PDF, sem nenhuma interatividade, frio.

terça-feira, 7 de julho de 2020

Uma Paixão Nacional, Destaque Mundial?!


Meu apreço pelo vinho nacional não é de hoje, em meu livro reúno dados históricos compilados de fontes diferentes e levo uma informação, apesar de já um pouco desatualizada ainda com bom teor. Bom teor, sim e com belas novidades!

foto: Mikaela Paim
Recentemente estive visitando duas vinícolas (e vale muito a pena as visitas), uma no interior de São Paulo; a Guaspari (recentemente condecorada com a medalha de ouro da *Decanter World Wine Awards 2017, pelo seu Syrah Vista do Chá 2014)  e outra em Minas Gerais; a Casa Geraldo.

terça-feira, 30 de junho de 2020

DEZcomplicando o Vinho

Nesse mês de Julho teremos uma série de 10 encontros ao vivo pelo Instagram, mediadas pelo Santucci, e com muitos convidados bem especiais.

Vamos falar de vinhos, Brasil, gastronomia,, teatro, TV e tudo o mais que acompanha bem uma taça!

 DEZCOMPLICANDO O VINHO


A primeira começa nesse 2 de julho com o Chef Paulo Gaudio.
Acompanhe o instagram para saber a programação dos encontros.



quinta-feira, 4 de junho de 2020

Lives - Onde fica o consumidor?


O mercado do vinho graças ao advento do isolamento entrou definitivamente no mundo das “Lives”.  Muitos, especialistas ou não, estão se aventurando nesse universo.  Empresas, sejam importadores, produtores, lojistas estão lá também representados por seus porta-voz, gerentes, diretores, sommeliers, embaixadores... 

Pude conversar com algumas dessas personalidades e acompanhei várias dessas transmissões.
Particularmente só fiz uma transmissão com o assunto vinho, porém já vinha lançando mão dessa prática bem antes desse momento, versando sobre o assunto que me move: Marca Pessoal.

Ocorre, não só no vinho, parece não haver um entendimento sobre os objetivos dessa ação, e muito menos sobre a mídia utilizada. De forma generalizada as lives tratam apenas de um bate papo com plateia, habitualmente ignorada.

terça-feira, 7 de abril de 2020

Rosés, Whatsapp, Coronavirus - Precisamos aprender a se comunicar de novo com um novo consumidor!

Venho falando sobre como dar um rumo mais positivo ao mercado de vinhos desde o advento do coronavirus, covid19. Sabemos que bebemos mais durante as crises, a hora então é de intensificar as ações de marketing direto, uso das mídias e dos apps, pois, já comprovadamente vem surtindo efeitos.
Marcelo Copello respeitado colunista, a quem admiro de longa data, publicou em seu blog um artigo ainda mais explicito, trazendo dados e opiniões do setor (veja).

Dois momentos nos mais recentes: “O Vinho da Semana”


No vídeo acima além de trazer o emblemático Rosé Piscine abordo na prática o uso dos meios de comunicação para fazer chegar o vinho em casa.

terça-feira, 24 de março de 2020

Wine Weekend 2020 - Informativo

O já tradicional evento "Wine Weekend" entra em sua 11ª edição neste ano.

Costumeiramente ocorre no final de junho, no entanto por conta dos acontecimentos recentes e as determinações de saúde e governamentais, a organização do evento postergou para a data de 13 e 16 de agosto de 2020, mantendo o local, o Pavilhão da Cultura Brasileira, no Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo.

Particularmente gosto muito do formato do evento, uma "feira para consumidor". Os expositores estão lá para informar, descomplicar e ainda oferecer boas dicas a bons preços.

Para se ter uma ideia, ano passado, passaram pelo evento cerca de 40 mil pessoas, mais de 80 expositores, expondo algo em torno de 2.000 rótulos de vinhos, além de acessórios, alimentos e outras bebidas.

terça-feira, 17 de março de 2020

E O VINHO EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS?


Já havia escrito aqui que em tempos de crise se bebe mais (leia), mas desta vez a questão é se deslocar, se aglomerar...
Já percebemos o impacto desta pandemia em diversas áreas do comércio, serviços, restaurantes e ainda temos pouca ideia quais mais efeitos afetaram nossas vidas e a economia.
Em alguns países europeus os governos estão se antecipando e gerando benefícios para autônomos, pequenos negócios, desde o apoio financeiro até diminuição de taxas, impostos, bancos abrindo negociação de dividas com juros e prazos maiores.

Mas, e o vinho?

domingo, 1 de março de 2020

Palestras "Descomplicando o Vinho" e "Por Trás da Marca"

Nesse próximo 10 de Março às 18:30 estarei ao lado de Carla Rabelo com sua "Sustenta Habilidade Humana" no Teatro Giostri para realizar duas palestras:"Descomplicando o Vinho" e "Por Trás da Marca" .
Além do conhecimento adquirido ao adquirir o ingresso o participante ganhará o livro "Descomplicando o Vinho".
Veja mais em: falapalestrante.com.br/eventos/







Por Trás da marca - "Descomplicando o Vinho"


Por Trás da Marca -  Como vender  mais produtos, serviços e ideias a partir da marca pessoal.
(*) Lançado em outubro de 2019
No final de 2019 estreei a palestra Por Trás da Marca, mesmo tendo lançado o livro "Sucesso é o Caminho"(*) quer era a ideia inicial de palestra, algumas pessoas bem próximas sugeriram que deveria alinhar a palestra com minha carreira no vinho. O assunto está na mesma linha porém o eixo central passou a ser as marcas que criei ao longo dessas duas décadas no mercado.

Na palestra conto minha própria história, utilizando exemplos do universo do vinho e da personalidade do rei do Futebol, assim a palestra é criada numa atmosfera bem humorada e com conteúdo relevante para o desenvolvimento pessoal e o “Personal Branding”, a marca pessoal, do século 21 no Brasil.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Entrevista BandNewsFm


Hoje pela manhã na BandNews ES, falamos sobre o lançamento da 2ª Edição do Descomplicando o Vinho, dicas de vinhos para o verão, além da palestra "Por trás da Marca".

Acompanhe:

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Mesma Prática = Resultados Medíocres

Há três dias publiquei o texto abaixo na página do instagram:


reprodução do instagram
"Esta é a segunda vez que vamos à @cantinadirene do chef @marceloynagata, de fato a gastronomia mantém sua qualidade e +justos, atendimento da brigada excelente, no entanto a prática para os vinhos ou denota a falta de interesse pelo assunto ou não se importa com a satisfação do cliente.
A carta é de uma única importadora (@domno_importadora), nenhum vinho conhecido do grande público e principalmente se pensarmos numa cantina de bairro, nenhum também na faixa dos $50, preço razoável para clientes de cantina, e o pior o vinho que escolhi, não tinha (Namaqua Pinotage). Uma pena, a prática de vender a carta a um único fornecedor é antiga e não inteligente!"

Jamais passa pela cabeça a crítica pela crítica ou a reclamação vazia, do tipo "não gostei". Gosto da ideia (recente) da crítica produtiva, quando é possível fazer uma critica e apontar soluções. 
Nesse caso especifico não há nenhuma nova ideia, apenas entendia há muito tempo que não era mais possível ter bons resultados utilizando a prática fornecedor 100%. Historicamente, cerca de 2 décadas atrás, o mercado tinha poucos importadores e um gigante, assim para ele manter a concorrência longe oferecia-se muitas vantagens em troca de exclusividade dos vinhos oferecidos em um restaurante.
O que oferecia? Desde a simples confecção da carta de vinhos, adegas climatizadas, produtos consignados e até dinheiro, em espécie. 


A prática ainda persiste, apesar da estupidez! É estupido, pois o restaurante fica amarrado a um fornecimento que dita as regras, de prazo, de entrega e habitualmente com um contrato ameaçador. Para o fornecedor, pois corre o risco do estabelecimento não seguir adiante, não conseguir cumprir o acordo, ou simplesmente mudar de ideia, digamos porque a sociedade mudou.

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Geração CsP – Colher sem Plantar!

por Alexandre Santucci, nov 2019

Neste ano chego ao 25º ano ligado ao mundo do vinho. De fato percorri um longo caminho com passagem por importantes e respeitadas empresas desse segmento. Trabalhei com importadoras, produtores nacionais, brookers, lojistas enfim atuei praticamente em todas as frentes.
Carrego em minha história um saldo amplamente positivo, digno de orgulho. 

Na Expland importadora, onde iniciei em 1995 era apenas um jovem com sonhos e ambições, não exatamente de ficar rico, mas de construir uma carreira. Essa empresa me deu a oportunidade de ampliar horizontes, adquirir conhecimento, viajar, conhecer pessoas e crescer. Junto com colaboradores criamos uma estratégia que nos levou do US$ 0,00 aos US$ 4 milhões em um ano e meio. Parece muito não é? E era sim.  No shopping onde estava essa unidade chegamos a incrível marca de sermos responsáveis pela metade do fluxo de pessoas durante quase um ano. Anos mais tarde criei o Descomplicando o Vinho e pela importadora que trabalhava rompemos o status quo e fomos o primeiro importador brasileiro a praticar preços em Reais, uma estratégia bastante ousada que não parava por aí, mas também passamos a modelar a forma de praticar preços possibilitando a vendas nos 3 canais de atendimento: Consumidor Final, on e off Trade.

O Brasil não é um país fácil para negócios dessa natureza, jamais foi fácil vender vinhos,

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Pró-Vinho - FGV

por Alexandre Santucci, nov 2019

Há tempos esperava por um evento como esse.
Confesso minha omissão e um certo desanimo com esse mercado, mas vi minhas forças e esperanças renovadas.


Muito bem organizado, belas escolhas dos palestrantes e palestras,  e uma mediação gentil e pontual da sempre elegante Suzana Barelli.

Na mesa e palestras estavam presentes: Ari Gorenstein (Evino), Felipe Galtaroça (Ideal Consulting), Adilson Carvalhal Junior (Abba e Casa Flora), Luciana Salton (Vinícola Salton), Rodrigo Lanari (Winext), Juan Antonio Rojas (Icex) e Carlos Cabral (Grupo Pão de Açúcar).
Bem representadas as frentes desse mercado, sentida apenas a ausência de um representante associativo do vinho nacional.


A mescla envolvendo educação, economia e o mercado do vinho foi muito bem manejada.
Uma bela iniciativa de Paulo Lemos e Valdiney C. Ferreira (FGV) e  Márcio Marson ( Pró-Vinho), que nos faz ver perspectivas para o mercado brasileiro do vinho, não só de crescimento em organização, mas princialmente em se profissionalizar.


quarta-feira, 3 de julho de 2019

O Fator X do Mercado do Vinho no Brasil e seu Preço


Quantas vezes ao abrir uma garrafa de vinho você pensou: como esse vinho chegou aqui?
Obviamente ele foi adquirido por você mesmo ou um presente, mas e até ele chegar à loja onde ele foi adquirido?

Por que um vinho no Brasil tem um preço tão diferente (a maior) que quando consumido no seu país de origem, ou mesmo em outros países como Estados Unidos ou até o Paraguai.
Não são só impostos e taxas, mas muito o Mercado!

O caminho do vinho e de muitos outros produtos é semelhante, mas o vinho é um produto artesanalmente industrializado. Mesmo os grandes produtores dessa indústria não conseguem dizer que ”fabricam” o vinho. Você não consegue juntar peças ou criar uma mistura sintética para fazer um vinho, o produto é resultado de um processo e a principal matéria prima é simplesmente a fruta, se a uva não estiver com as condições adequadas para produzir, não teremos sequer um vinho quem dirá um bom vinho!

quarta-feira, 24 de abril de 2019

PERMONT ENOTECA


Passagem rápida para conhecer o novo espaço do amigo do vinho André Montanari.
Um super bom gosto dos sócios Celene Peralta e o próprio André,  num lugar que anteriormente abrigou uma marcenaria.

Mega ambientando, extremo cuidado em todos os detalhes e em uma seleção de vinhos atrativa que é acompanhada por tapas (mas que brevemente deve receber um menu de massas e risotos), além de mini-cursos, wine dinners e degustações.
São três níveis de pavimentos, com um terraço que pede as mais diversas formas de eventos.


Funciona de terça à sábado e além dos vinhos disponibiliza, no empório,  queijos, azeites, massas, temperos, funghi e tartufo.


PERMONT ENOTECA 
Rua Laura, 494 - Bairro Bela Vista - Santo André.
Fone: (11) 3593-2555


santucci #descomplicandoovinho #lojaespecializada #emporio #santoandre #centrodeconvencoes #eventodevinhos #vinho #winedinner #gastronomia